O Centro Covid-19 Santana adotou nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) o Prontuário Afetivo. Trata-se de um prontuário diferente do convencional, nele estão reunidas informações pessoais do paciente, humanizando o tratamento.

A ação busca resgatar a identidade de cada um dos pacientes através de uma coleta de informações sobre a história de vida deles. São informações como o nome que o paciente gosta de ser chamado, data de nascimento, música e assuntos favoritos, o que gosta de comer, se tem bicho de estimação, entre outros.

Tudo é escrito em uma folha A4 que fica ao lado do leito. Com esse conhecimento sobre o paciente, a equipe médica da UTI estabelece vínculos e assim fornece um cuidado centralizado e individualizado.

Suportescreen tag
Skip to content