Focado no bem-estar do paciente, o Centro de Atendimento Clínico Covid-19 Zona Sul realizou uma ação que utiliza arte como terapia com pacientes internados na enfermaria da unidade. A atividade foi realizada pela equipe multidisciplinar e usou a criatividade como forma de controle e reconhecimento de emoções, sentimentos e situações cognitivas mesmo no contexto hospitalar.

De acordo com a técnica em enfermagem, Liliane dos Santos Pantoja, a atividade foi produzida por meio da técnica da arteterapia, uma terapia com princípios da psicologia e das artes, que visa a qualidade de vida, autoconhecimento e melhora na autoestima.

“Aliada à assistência médica, a técnica consegue humanizar a assistência hospitalar e integralizar pacientes e colaboradores, além de alterar a rotina da unidade de saúde e tornar o ambiente mais leve e harmônico”, explica a profissional.

Liliane ressalta que a ação auxilia no tratamento. “É uma ajuda, a arteterapia para alguns como meio para recuperar a saúde mental, o bem-estar emocional e social da pessoa. Expressar sentimentos muitas vezes essenciais pelos pacientes, o que resulta em um impacto positivo na recuperação”, afirmou.

Os pacientes aprovaram a iniciativa. “Um dia diferente, muito marcante e relaxante. É disso que nós pacientes precisamos e graças a Deus encontrei aqui anjos em forma de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas. Enfim, um atendimento que fez e faz toda a diferença na recuperação”, relatou Arle da Silva Pereira.

Suportescreen tag
Skip to content