Uma grande festa junina marcou o fim do primeiro semestre no Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH) na última sexta-feira, dia 28. A festividade ocorreu na própria sede do Instituto, reunindo os colaboradores e suas famílias.

Os organizadores e participantes se dedicaram para garantir que o evento fosse uma verdadeira festa junina com as tradicionais iguarias da culinária, como pamonha, milho, churrasco e cachorro quente, além dos vestidos, chapéus e demais trajes típicos da ocasião. O campeonato de touro mecânico envolveu os participantes na competição que premiou o vencedor com um milhão.

Laila Dionizio Chagas é coordenadora de relações institucionais do IBGH e foi a responsável por organizar a festa. Para ela, o evento promoveu um grande momento de integração entre os colaboradores e diretores. “Trabalhamos muito durante o ano, um momento como esse é muito valioso”, ressalta.

Para o diretor geral do IBGH, Nasser Tanus, este é um momento para ser compartilhado entre os colegas de trabalho. “Para estreitar laços entre as pessoas que cuidam da saúde de muita gente, com muita responsabilidade”, pontua. Nasser explica que o evento ficou a cargo de uma equipe de desenvolvedores, mas que todos os colaboradores participaram do planejamento, montagem e execução da festividade. “A festa já é um sucesso total”, garante.

Diretor de planejamento do Instituto, Gilberto Torres, destaca que a festa junina é fruto de um trabalho coletivo e uma forma de comemorar os resultados do primeiro semestre. “Houve a adesão de todos na colaboração para que este evento se concretizasse, com seus jogos, comidas e roupas típicas desta manifestação folclórica brasileira”, afirma.

Cultura organizacional

Gilberto diz ainda que esta ação faz parte da política de valorização do colaborador que vem sendo implementada no IBGH desde o início do ano. “Isto é parte da criação de uma cultura organizacional, que prevê eventos e momentos de descontração e integração da equipe, dentro de uma série de ações de reconhecimento e valorização das potencialidades de cada um. Em princípio, faremos atividades a cada seis meses, mas a meta é promovermos ações mensais de integração e convivência”, prevê.

Suportescreen tag
Skip to content