No mês de fevereiro no Hospital Estadual de Jaraguá Dr. Sandino de Amorim (HEJA) a programação de treinamentos se estendeu do dia 4 ao dia 21. São capacitações cujo objetivo é atualizar os colaboradores recém-contratados seguindo as diretrizes institucionais.

No dia 12 de fevereiro, por exemplo, foi realizado na farmácia da Unidade o treinamento em “Controle e Validade de Medicamentos de Alto Risco”. O desenvolvimento engloba a atuação dos médicos, a equipe de enfermagem e de farmácia. A capacitação foi realizada em dois momentos, adaptadas aos horários dos plantões.

Segundo a farmacêutica Josy Cristina de Siqueira, coordenadora da Farmácia do HEJA, muito mais que apenas entregar ou preparar medicamentos, o trabalho é complexo e de grande responsabilidade. “Procuramos ir além do proposto no treinamento. Buscamos abordar também o fluxo da farmácia, os protocolos desenvolvidos, as implantações que foram feitas, a rotina do farmacêutico, o controle de estoque, do lançamento à dispensação”, afirmou.

Como explicou Josy, os treinamentos devem melhorar a segurança na prescrição, no uso e administração dos medicamentos. “Hoje, o farmacêutico deixou de cuidar apenas de estoque e planilha. Antigamente era assim. Mas agora o farmacêutico cuida diretamente dos medicamentos do paciente”, disse.

Medicamentos de Alto Risco

Todos os medicamentos de alto risco hoje no HEJA são identificados com etiquetas vermelhas. Obedecendo as indicações do Instituto para Práticas Seguras no Uso dos Medicamentos (ISMP). “Esse tipo de identificação garante um maior cuidado. Na hora que o enfermeiro for fazer a diluição, ele sabe que aquele medicamento pode levar o paciente a morte”, pontuou Josy.

De acordo com a técnica de enfermagem Jaqueline Amelia Mendes, o treinamento permitiu que ela percebesse a importância das ações voltadas para a área da farmácia. “A troca de experiência permite a atualização dos meus conhecimentos e também que eu compreenda as mudanças. O treinamento ajuda bastante a evitar erros de medicação. Principalmente, medicações de alto risco”, disse Jaqueline.

Suportescreen tag
Skip to content