Na tarde de ontem, 16 de março, o Hospital Municipal de Aparecida (HMAP) concedeu alta a mais um paciente vítima da COVID-19. Robson Perpetuo Martins, de 42 anos, deu entrada na unidade no dia 07 de março, totalizando 9 dias internado. Nos últimos dois meses, o Hospital já deu alta para em média 233 pacientes.

“O Sr. Robson, é um paciente que chegou pra nós com um desconforto respiratório muito acentuado, com um comprometimento pulmonar, queda importante de oximetria, bem debilitado. Foi necessário realizar a ventilação mecânica não invasiva, utilizamos o Elmo (capacete) e também Máscara facial com alta oferta de O2. Alcançamos essa vitória, graças à colaboração do paciente, que nunca hesitou em realizar as condutas que nós, fisioterapeutas, propomos. Assim, nosso objetivo que era devolvê-lo bem a sua família foi alcançado de forma mútua!”, ressaltou uma das responsáveis pelo tratamento do Sr. Robson, a Fisioterapeuta Anna Paulla Sousa.

Após a alta hospitalar, a equipe multidisciplinar identifica o perfil do paciente e diagnostica caso o mesmo necessite em voltar à unidade para acompanhamento. O motivo desse processo se dá, pois, corpo de alguns pacientes continua debilitado, devido ao longo período de internação e imobilização.

Por isso, uma mudança na rotina da casa e da família se faz necessária. É preciso reorganizar as atividades para realizá-las de modo mais fácil para os pacientes recuperados que ainda precisam de alguns cuidados, evitando o cansaço e o estresse pós-internação, exigindo do corpo somente o necessário para se recuperar.

Suportescreen tag
Skip to content