Zilda Maria Pierre, 50 anos e Robis Pierre, 61, ficaram 15 dias internados no hospital. Passaram pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e chegaram a ter 75% de comprometimento pulmonar.

Uma verdadeira luta contra a Covid-19 foi travada pelo casal, que deu entrada no HMAP apresentando sintomas do novo coronavírus, no início do mês de maio. Após a confirmação da doença, juntos, os dois enfrentaram um longo processo de recuperação. Devido ao estágio avançado do vírus, eles foram encaminhados diretamente para a UTI, contudo, não precisaram ser submetidos à intubação.

Após ficarem por volta de 10 dias na UTI, o casal foi transferido para a enfermaria, depois de receberem o diagnóstico de melhora. Passados mais alguns dias na enfermaria, os dois tiveram uma boa notícia: estavam livres do coronavírus. Zilda e Robis receberam alta ontem, 17 de maio, de mãos dadas, e enquanto passavam sob um “túnel” de aplausos, organizado pelos funcionários do hospital, se emocionaram bastante.

A gerente multidisciplinar do HMAP, Eliene Rosa, foi uma das que sentiram com alegria toda aquela movimentação. Segundo ela, histórias como a do casal motivam os profissionais a se doarem para auxiliar os pacientes a vencerem o vírus. “O Sr. Robis e a Sra. Zilda estão indo para casa e, para nós, é uma vitória compartilhada, pois venceram uma batalha difícil. Essas histórias nos motivam a continuar”, comemora.

Skip to content