O Centro de Atendimento Clínico Covid-19 Zona Sul de Macapá realizou um treinamento com alguns profissionais da saúde com o tema: “pressão arterial invasiva”. O treinamento ocorreu na recepção da unidade. A gerente de enfermagem Regiane dos Santos, falou sobre o tema em epígrafe.

“Pressão arterial invasiva, também conhecida pela sigla ‘PAI’, consiste no monitoramento contínuo da pressão, por meio de um cateter introduzido na artéria. Sua função é permitir uma avaliação contínua dos chamados níveis pressóricos (pressão arterial). A pressão, por este método, é medida através de um cateter introduzido na artéria, o qual é conectado em uma coluna líquida. A medida da pressão é obtida através do transdutor de pressão que faz a leitura; é obtida pressão sistólica, diastólica e média”, explicou.

O treinamento ocorreu em dois momentos distintos: o primeiro ocorreu de forma teórica. Regiane mostrou na TV da recepção, o uso correto do procedimento e, num segundo momento, de forma prática, dando ênfase na instalação do transdutor de níveis pressóricos. Assim, os participantes do treinamento puderam usufruir do conhecimento, ajudando em seu dia a dia.

Para a enfermeira Edileuza Menezes Diniz, o treinamento é excelente no processo de desenvolvimento pessoal e profissional dos trabalhadores. “Atividades como esta visam a melhoria e a qualidade da assistência para com os pacientes”, afirmou.

“Aqui, no Centro de Atendimento Clínico Covid-19 Zona Sul de Macapá, a equipe de enfermagem, juntamente com a equipe multidisciplinar, participou de um treinamento: ‘instalação do transdutor de níveis pressóricos’, aonde foi repassado como ocorre o procedimento de instalação do equipamento na artéria do paciente e seu manuseio, assim, foi abordado os cuidados da enfermagem e a importância deste procedimento para a saúde do paciente internado”, relatou a palestrante.

Skip to content