A campanha do Setembro Amarelo, mês de combate ao suicídio, foi tema de bate-papo com os colaboradores da área corporativa do Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH), na sexta-feira, dia 22. O objetivo foi levar à equipe do Instituto informações sobre este grave problema social e como perceber se alguém próximo precisa de ajuda.

Para o gestor de RH do IBGH, Tiago de Jesus Batista, o momento serviu para nos atentar para a importância de observarmos as pessoas que estão próximas e sobre a necessidade de compartilhas as vivências e emoções de cada um. “O encontro também serviu para falar sobre mitos que cercam o suicídio que precisam ser desmistificados”, complementa.

A psicóloga do Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), unidade que é gerida pelo IBGH, Nilda Lopes, coordenou atividades de integração, relaxamento e interação com os mais de 15 participantes. Conforme afirmou, o foco foi a escuta como caminho para lidar com o suicídio. “É fundamental ver como cada um lida com seus conflitos e com a sua escuta para entender a escuta dos outros”, aponta.

O encontro com os colaboradores foi um momento de sensibilização e autorreconhecimento para uma auto-escuta onde cada um possa se abrir para escutar a voz e os sinais do outro. “É importante haver um momento de pausa no local de trabalho para pensar nas causas e no drama do suicídio. É fundamental que haja esses momentos para olharmos para a direção do ser humano”, conclui.

 

Suportescreen tag
Skip to content